Notícias

As palavras dos protagonistas após a corrida 2
27
outubro
2019

As palavras dos protagonistas após a corrida 2

O que disseram os principais protagonistas no final da última corrida da temporada:

Francisco Mora: “Ia ser muito difícil aguentar o Honda do Vahtel, cujo carro é nitidamente mais rápido que o meu nesta pista. Não escondo que me sentia sob alguma pressão, depois do azar de sábado, mas hoje ao fim da primeira curva já me encontrava tranquilo. O meu grande objetivo era vencer o título, que já poderia ser meu caso os pontos de Barcelona não tivessem sido extrapolados. Fui eu quem ganhou mais corridas e seria injusto se não ganhasse o TCR Ibérico. Estou muito feliz por isso”.

Mattias Vahtel: “Hoje poderia vencer a corrida se não tivesse sido encurtada. Lamento os acidentes, mas estou satisfeito com o meu desempenho. Quanto ao resto, faltou-nos um pouco de sorte para ganhar o TCR Ibérico. As corridas são assim mesmo…”

Evgeniy Leonov: “Eu queria mais corrida, foi pena os acidentes. Apesar de tudo, consegui um bom resultado, mas preciso de evoluir mais, designadamente a fazer ultrapassagens. Em 2020 tenciono prosseguir a minha aprendizagem e para isso deverei fazer corridas do TCR Espanha, do TCR Ibérico e talvez algumas do TCR Europe. Gostei muito desta experiência”.

Robin Vaks: “Sinto-me um pouco desapontado, mas embora não tivesse tarefa fácil para manter até final o primeiro lugar do TCR Ibérico, um concorrente mais atraso tocou-me e o radiador de água do Honda ficou danificado. Apesar de tudo, creio que fiz uma boa época”.

Gustavo Moura: “Foi um final de época inglório e dececionante. Nesta segunda corrida, em que ia partir do segundo lugar da grelha, estava confiante em discutir os primeiros lugares, mas a sorte não esteve comigo. Ainda na pré-grelha um adversário bateu no Audi, partindo-se a suspensão do lado direito.


TCR Euro Series
28a Hills Road
Cambridge CB2 1LA, United Kingdom

CONTACTS:
TCR Iberico: info@tcr-iberico.com

Media: Adalberto Ramos adalberto.ramos@tcr-iberico.com